quarta-feira, 24 de junho de 2015

Solar em Vila da Ponte - Sernancelhe.








Escudo de fantasia em cartela, sob coronel de nobreza.
Esquartelado: I - Melo. II - Rebelo. III - Mergulhão. IV - Osório

1 comentário:

  1. Queria apenas fazer um reparo. Esta casa pertenceu aos meus mais directos antepassados. Este é o Solar dos Gouveias em Vila da Ponte. O brasão aqui representado está esquartelado da seguinte forma: I- Melo e Castro (Gouveia) II- Rebelo III- Couraça IV- Osório.

    I - É de origem antiga esta família e o primeiro que usou o apelido se chamou Fernão Nunes de G., contemporâneo e D. João I, filho de Nuno Fernandes de Bobadela, alcaide de G. por mercê de D. Fernando, feita no ano de 1368, confirmada por D. João I no de 1384, e de sua mulher, Teresa Anes. Nuno Fernandes de Bobadela provinha, por varonia, de Fernão Baveca, contemporâneo de D. Afonso III, casado com Teresa Pires de Vides, filha de Pedro Pires de Vides e de sua mulher, D. Maria Fernandes de Bobadela, a qual lhe levou em casamento algumas ... Continua
    fazendas na freguesia de S. Miguel de Bobadela, em Trás-os-Montes. Fernão Nunes de G. tomou o apelido da vila deste nome, na província da Beira, de que seu pai era alcaide, como dizem os genealogistas. Recebeu-se com D. Brites de Melo, filha de Rui Vaz de Melo, senhor de G., e de sua mulher, D. Aldonça de Castro. Este casamento deu origem ás armas que usam os do apelido G.. De Fernão Nunes de G. e de sua mulher, D. Brites de Melo, nasceram filhos, por quem se propagou o apelido. Timbre: uma águia de vermelho estendida, besantada de prata. Estas armas são, como já se disse, as dos apelidos Melo e Castro.

    III - Tentarei comprová-lo factualmente. Contudo deixo-lhe um link para consulta da casa dos Gouveias Couraças em Sendim/Tabuaço http://brasoesdenome.blogspot.pt/2008_03_20_archive.html

    IV - Os animais representados não são duas cabras mas sim dois Lobos representativos da família Osório.

    Cordialmente,

    João de Gouveia Osório

    ResponderEliminar