quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Capela de Nª Sra. da Piedade, Vale de Açores, Mortágua


Escudo de fantasia, em cartela de volutas, sob coronel de nobreza.
Partido: Veiga de Nápoles com sobre-o-todo, uma cruz da Ordem de Cristo. II - Telo (Teles de Menezes)? Noronha? (mal representados).

Capela de Nª Senhora da Piedade, Vale de Açores, Mortágua. A capela, que terá sido oitavada, foi mudada de local e descaracterizada. Capela pertencente à quinta das Palmeiras, no mesmo sitio.

Segundo as Memórias Paroquiais de Mortágua, de 25 de Abril de 1758 :

"Tem a ditta freguesia as ermidas seguintes, a de S. Domingos dentro da villa, a de S. Brás dentro do Barril, a de S. Francisco em monte junto do Gontinho, a de Nossa Senhora da Conceição, junto de Almassinha, a de Santa Luzia junto ao lugar de Freixo, a do Senhor do Mundo situada em hum monte, a de Nossa Senhora da Piedade junto ao lugar de Val de Assores e no mesmo outra da Nossa Senhora da Conceição que pertence a Bernardo de Napoles Lemos e Menezes".

"Os senhorios exceptuados no capitullo 18 que entram também nesta freguezia são os seguintes, Bernardo de Napollos, da villa de Vizeu a quem pertence as recoens de outro hum lugar de Santa Christina, e do Painsello e de Avelleira, e das Trutas, e de Val de Carneiro, e da Falguaroza. E Bernardo da Cunha, do lugar de Maorqua tem as reçoens de Pumares e Val da Vide. E Joam Cornellos, da villa de Mortagoa tem a reçam do luguar da Castanheira".

Poderá ter sido equívoco do pároco, a troca de oragos. Este Bernardo de Nápoles Lemos de Menezes era também morgado de Penacova.

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Arcossólio manuelino de Pedro de Figueiredo na igreja de São Miguel do Outeiro, Tondela


AQUI JAZ PERO DE FIGUEIREDO CAVALEIRO DA CASA DEL REI ... (?)


Armas de Figueiredos, com uma flor-de-lis de ouro por diferença.

CBA de Miguel de Figueiredo, filho de Pedro de Figueiredo.

Carta de Armas do apelido de Figueiredo.

D. Manuel, por graça de Deus, etc….
Fazemos saber que Miguel de Figueiredo, fidalgo e morador em a nossa cidade de Viseu, nos fez petição como ele descendia em linha da geração e linhagem dos Figueiredos e suas armas lhe pertenciam de direito pedindo-nos permissão +. E tomando nós inquerições pelo vigário de Tomar e por Álvaro Gonçalves Estevão, pelos quais fomos certos que ele procede e vem da geração e linhagem dos Figueiredos e que de direito as suas armas lhe pertencem, as quais armas são as seguintes // em campo vermelho cinco folhas de figueira de verde, levantadas de ouro em aspa, e por diferença uma flor de lis de ouro, elmo de prata aberto e paquife de ouro e vermelho, e por timbre dois braços vermelhos de leão e em cada mão uma folha das suas armas. Foi passada esta carta em Lisboa aos 16 de Março de 1515. Pelo bacharel António Rodrigues Rei d'Armas principal.

Esta carta está no livro de Sacaduras da Aguieira pag.22

"Cópia de cartas de armas que servem de documento ao Nobiliário que escreve António Maria Seabra d'Albuquerque, natural da cidade de Coimbra" anotado por Frederico Perry Vidal, s.d.,



sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Imagem de Matriz sigilar no Arquivo Municipal do Porto

No Arquivo Municipal do Porto encontra-se, disponível on-line, a foto desta matriz sigilar, com a indicação "Pormenor de um brasão" e nada mais...

(Aqui:http://gisaweb.cm-porto.pt/units-of-description/documents/344400/?q=bras%C3%A3o )

 " S(iggilum) : D(e?) : ARAS : GONÇALVS + "

Armas - De... cinco Vieiras de... postas em sautor.
(Devido à antiguidade da peça, Sécs. XIII - XIV, será arriscado fazer leitura como sendo armas de alguma das famílias que hoje conhecemos como usando 5 vieiras em sautor, como Velhos, Sequeiras, etc.)
 

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Trabalho de cerâmica, realizado por Luís de Paiva Raposo Ferros, representando as armas que usou o penúltimo Marquês de Abrantes, e em que estão reunidas as representações de todas as Casas que se vieram a englobar na de Abrantes

Fotografia do Arquivo Municipal do Porto, disponível em: http://gisaweb.cm-porto.pt/units-of-description/documents/326683/?

 Escudo assente sobre cruz de Avis, dentro de pavilhão, sob coronel de marquês e timbre de Lencastres.
Esquartelado: 
I - Contra-esquartelado de 1 e 4 - Almeida, 2 e 3  - Sá. 
II - Contra-esquartelado de 1 e 3 -Valente, 2 e 3 - Castelo-Branco.
III - Contra-esquartelado de 1 e 3 -Silveira, 2 - Góis e 3 -Lemos.
IV - Cunha
Sobre-o-todo: Lencastre.

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Armas de D. António Matos de Noronha, bispo de Elvas, em frontispício de 1596


Escudo envolto nos atributos eclesiásticos para a dignidade de bispo.
Esquartelado: I e II - Noronha. III - Matos. IV - Manoel de Vilhena.
Bordadura de Noronhas.

Armas de D. António Matos de Noronha, bispo de Elvas (1591-1610)

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Frontispício com as armas de D. Alexandre da Silva, cónego da Sé de Braga, Inquisidor, bispo de Elvas, etc.



Armas de Silvas com atributos eclesiásticos de bispo(?)

"O oitavo bispo[de Elvas], D. Alexandre da Silva, foi filho de Pedro Lopes da Silva, e de sua mulher, Maria Saraiva.  Nasceu na cidade de Braga, e foi bp  em São João do Souto a 20/8/1614. foi cónego da Sé de Braga, e Desembargador da Relação Eclesiástica, foi Inquisidor da Inquisição de Coimbra, e Deputado do Conselho Geral na Inquisição de Lisboa. El Rei D. Pedro II, o nomeou bispo de Elvas. Sagrou-se em… tomou posse do bispado em… que governou até 2 de Fevereiro de 1682, em que faleceu na cidade de Elvas, e está sepultado na Capela-mor da sua Sé".
 
in: Sylva, P. da -"Collecciao dos Documentos, Estatutos, e Memorias da Academia Real da Historia Portugueza", Volume 1.




quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Armas de António Soares Brandão, num frontispício de 1763.

Escudo em cartela rocaille, sob elmo e timbre de Soares de Albergaria.
Esquartelado: I e IV - Soares de Albergaria. II e III - Brandão.



Ao mesmo António Soares Brandão, foi passada Carta de Brasão de Armas, em 4 de Julho de 1776 - Um escudo esquartelado, no primeiro e quarto quartéis as armas dos Soares de Tanjil, no segundo quartel as dos Brandões, e no terceiro as dos Antas.